Encarte da "Caixa Palco"

Marcelo Fróes

Gravado e lançado quando Gilberto Gil já estava há dois anos na vida política de Salvador, O Eterno Deus Mu Dança é um trabalho diferente na carreira discográfica do artista. Tendo assumido uma espécie de Secretaria Municipal de Cultura no início de 87, anunciado sua pré-candidatura à prefeitura no início de 88 e finalmente eleito vereador em 15/11/88, Gil entrou no estúdio Nas Nuvens no final de 1988 para gravar um disco que manteria acesa a sua chama musical. "Eu praticamente me desliguei da música", admite Gil.

Durante o ano de 1988, o artista – mais engajado do que nunca – só havia gravado o tema da telenovela global "Mico Preto", composto por Moacyr Luz e Aldir Blanc e incluído no LP da novela pela Som Livre. Mais adiante, em cima de sua campanha para vereador, compôs e gravou Pode, Waldir? – que ganhou um videoclipe dirigido pela aclamada cineasta gaúcha Tizuka Yamazaki e exibido no programa "Fantástico". Mas Gil também tinha músicas novas, compostas desde 1986 – como Do Japão, feita durante a turnê japonesa, mas também Mon Tiers Monde e Réquiem pra Mãe Menininha – que ele vinha tocando ao vivo desde as turnês de 1987.

"Foi uma fase de muita aproximação com Celsinho, inclusive fomos parceiros na faixa-título", comenta Gil sobre a produção assumida pelo guitarrista Celso Fonseca e pelo engenheiro de som Vitor Farias. Liminha continuava como diretor artístico da WEA, mas se preparava para ir morar em Los Angeles.

Os trabalhos no novo disco só foram iniciados após o carnaval de 1989, quando se prolongaram pelas três últimas semanas de fevereiro. Antes, porém, por uma questão de urgência, logo após o Natal de 1988, Gil entrou em estúdio para gravar Amarra o Teu Arado a Uma Estrela, que faria parte da trilha da telenovela "O Salvador da Pátria". Primeiramente havia sido gravado o breve tema de abertura, com Ricardo Silveira (guitarra) e Arthur Maia, cujo riff de baixo servia de sonoplastia para as hilárias seqüências do ator Lima Duarte, na pele do personagem Sassá Mutema. Naquele 26 de dezembro de 1988 gravou-se a música para o álbum com a trilha – para a Som Livre – já com Celso Fonseca (guitarra) e Didi Gomes (bateria).

A banda que Gil reuniu para gravar Mu Dança – naquela fase de poucos shows – consistia de Celso Fonseca (guitarra), Jorge Gomes (bateria), Didi Gomes (baixo), Jorge Barreto (teclados), William Magalhães (teclados), Raul Mascarenhas (sax) e Marçalzinho (percussão), mas o disco ainda contou com a participação de muitos músicos – notadamente Serginho Trombone e o coral de As Gatas em DeBob Dylan a Bob Marley – Um Samba Provocação. O maestro Eduardo Souto Neto foi chamado para fazer o arranjo e reger as cordas das duas faixas que fechariam o LP original, Réquiem pra Mãe Menininha do Gantois e Toda Saudade, mas que na versão em CD fecha após três remixesda faixa-título.

O disco foi finalizado em 22 de fevereiro com a regravação de Amarra o Teu Arado a Uma Estrela, com a harmonia refeita por desejo de Gil. A última música a ser gravada naquele dia foi Baticum, apelidada por todos de Samba do Chico, já que se tratava de uma parceria de Gil com Chico Buarque – que prometia participar do disco fazendo um dueto, só gravado no dia 8 de maio. Mu Dança pôde finalmente ser montado e lançado em junho de 1989, quando – após ter pedido licença não-remunerada da Câmara de Vereadores de Salvador – Gil deu início a uma excursão nacional seguida de apresentações no hemisfério norte.

Junho, 2002

PS: Passadas as eleições de 1988, Gil realizou duas rápidas temporadas no Canecão (RJ) – uma em novembro, a outra em janeiro. O repertório dos shows incluiria Barracos, Realce, Extra, Tempo Rei, Andar com Fé, Aquele Abraço, De Bob Dylan a Bob Marley, Babá Ala Palá, Metáfora, Esotérico, Violentidão, Amarra o Teu Arado a Uma Estrela, Soy Loco por Ti, América, Touche Pas à Mon Pote, Palco, Pessoa Nefasta e Não Chore Mais. O show de 29 de janeiro, com repertório bem semelhante, contou com a participação de Cazuza em Um Trem para as Estrelas e também incluía Logunedé, Febril, Pai e Mãe e Eu Preciso Aprender a Só Ser.