Toda saudade

Gilberto Gil

Toda saudade é a presença
Da ausência de alguém
De algum lugar
De algo enfim
Súbito o não
Toma forma de sim
Como se a escuridão
Se pusesse a luzir
Da própria ausência de luz
O clarão se produz
O sol na solidão

Toda saudade é um capuz
Transparente
Que veda
E ao mesmo tempo
Traz a visão
Do que não se pode ver
Porque se deixou pra trás
Mas que se guardou no coração


© Gege Edições / Preta Music (EUA & Canadá)

ficha técnica da faixa:
voz e guitarra: Gilberto Gil
ceilos: Alceu De Almeida Reis
violino: Giancarlo Pareschi (spalla), Jose Alves Da Silva
violino: Alfredo Vidal, Carlos Eduardo Hack
violino: Aizik M. Geller, Michel Bessler, Bernardo Bessler
violino: Pascoal Perrota
violas: Arlindo Fugueiredo Penteado, Federick Stephany
violas: Jesuina Noronha Passaroto
violas: Marie Cristine S. Bessler
ceilos: Jorge Kundert Ranevsky

BRWMB9900470