Volks-Volkswagen blue

Gilberto Gil

Zeca, meu pai, comprou
Um Volks-Volkswagen blue
Zeca, meu pai, comprou
Um carrinho todo azul

Para Beto, para Dina
Chega benção de Claudina
Anda minha mãe mofina
Que saudade, que saudade das meninas
Duas marinaravilhas
Minha cara, duas filhas
Minha caravela, ê
Vai seguindo rumo, ê
Minha cara Bela, ê
Vai seguindo rumo, ê
Viva Bela, ê, ê, camará
Vida bela, ê, ê, camará
Margarida, ê
Me criou pra valer
Morena, morenê, camará
Vou ficar com você
Vou viver com você, camará
Com Jesus vou morrer

Zeca, meu pai, comprou
Um VW mais novo
Zeca, meu pai, mandou
Um beijo, um abraço saudoso

Zeca, meu pai, comprou
Um VW mais novo
Zeca, meu pai, mandou
Um beijo, um abraço gostoso


© Gege Edições / Preta Music (EUA & Canada)

ficha técnica da faixa:
voz e violão: Gilberto Gil
guitarra: Lanny Gordin
baixo: Sérgio Barroso
bateria: Wilson das Neves
piano, órgão e arranjo de metais: Chiquinho de Moraes

"Feita no período da prisão domiciliar em Salvador, antes do exílio. Meu pai veio de Vitória da Conquista e nós andamos muito com ele em seu carrinho azul: eu e minha filha Nara, que ele e minha mãe criavam na época - Belina [primeira mulher de Gil] estava sozinha em Salvador e eles ficaram tomando conta das meninas, as duas maravilhas: Nara e Marilia. Um período de produção auto-referente e auto-reveladora. Era preciso afirmar a legitimidade do trabalho na praça e a transparência na relação artista-comunidade, cantor e coro: a coisa da tragédia grega."

*

Beto e Dina, citados na letra, são Gilberto Gil e sua irmã Gildina, referidos pelo apelido com que eram chamados em casa, no ambiente familiar. Bela é Belina, mãe de Nara e Marília.
61666084