Estrela azul do céu

Gilberto Gil

Aquela estrela azul do céu
Do céu do meu balão
De antigamente
Sumiu de repente
Da noite de São João

Azul do céu na noite só
Papel de seda faz
Balão era isso
Magia, feitiço
Milagre que não tem mais

Papel de seda azul e vermelho e amarelo
E verde a cintilar
Translúcido vitral
O balão se elevava, súbito pairava lá no ar
Ser sobrenatural

Aquela estrela azul do céu
O tempo carregou
O tempo não falha
O tempo atrapalha
O tempo não tem pudor

A fila anda, a vida vai
Propondo a mutação
Então de repente
Ficou diferente
A noite de São João


© Gege Edições / Preta Music (EUA & Canadá)

ficha técnica da faixa:
voz, violão, violão Sadowsky e guitarra: Gilberto Gil
cavaquinho, guitarra, banjo, guitarra baiana, sitar e viola de 12: Sérgio Chiavazzoli
percussão e Handsonic: Gustavo di Dalva
baixo: Arthur Maia
coro: Angela Lopo
zabumba, percussão e coro: Jorginho Gomes
violino e rabeca: Nicolas Krassik
acordeom: Toninho Ferragutti
coro: Tita Alves

BR-GPG 10 00008